Serviços   O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Notícia

Construção de restaurante estudantil repercute no Campus Cabedelo

Campi

Serão investidos R$ 1,7 milhão captados em emendas parlamentares.

Por Thiago Cavalcante
Publicado: April 5, 2021, 9:16 a.m.
Última modificação: April 5, 2021, 9:16 a.m.

A comunidade acadêmica do Campus Cabedelo vai ganhar este ano um restaurante estudantil. O aparelho vai custar R$ 1,7 milhão oriundo das emendas parlamentares de 2021. A garantia foi dada pelo reitor do IFPB, professor Nicácio Lopes, em matéria publicada neste espaço na última sexta-feira, dia 26.

Para o gestor máximo do IFPB, a construção de um restaurante estudantil se reveste de significados fundamentais para a Instituição. “É um vetor de desenvolvimento humano, ou seja, de humanização para o IFPB; traz a fixação do estudante no campus à medida em que reduz o índice de evasão; atrai o estudante e faz com que haja uma potencialização no aspecto da segurança alimentar; e o respeito à dignidade dos nossos estudantes”.

De acordo com o diretor geral do Campus Cabedelo, professor Lício Romero, o fato repercutiu entre os estudantes, os professores e os 

técnico-administrativos da unidade cabedelense. “O anúncio da construção do restaurante estudantil no Campus Cabedelo pelo Reitor trouxe um sentimento de muita alegria e esperança para a comunidade acadêmica de um modo geral”.

O sonho de ter um restaurante construído no Campus Cabedelo surgiu em 2014. Assim como nos demais campi, projeto dessa natureza se tornou demanda prioritária para a atual gestão do IFPB. “Aqui no nosso Campus Cabedelo o restaurante chega no tempo certo. No momento em que passamos a trabalhar com o programa de alimentação escolar e em que o quantitativo de estudantes cresceu bastante no nosso campus”, detalha o professor Lício, comemorando mais esse resultado da parceria Reitoria/Congresso Nacional/Campus.

O professor Lício acrescentou ainda que o trabalho de articulação realizado pela Reitoria no Congresso Nacional, liderado pelo professor Nicácio, vem ajudando na superação da queda do orçamento ocorrida nos últimos anos, principalmente, no tocante a investimento.

“A iniciativa do Reitor e a sensibilidade dos parlamentares na Câmara dos Deputados e no Senado têm sido fundamental para o crescimento da estrutura física dos campi e para a manutenção da qualidade da oferta educacional à sociedade paraibana por meio dos 21 campi do IFPB”, enaltece o diretor Lício, ao sugerir que os recursos oriundos das emendas estão chegando e os frutos serão colhidos pelos Campi.

Os restaurantes estudantis são importantes para a vida acadêmica dos estudantes da educação profissional e tecnológica, muitos dos quais não teriam condições financeiras de se alimentar em restaurantes particulares instalados nas imediações dos campi durante o período do curso. Vários campi já contam com esses aparelhos instalados e outros estão em processo de construção, a exemplo de Guarabira.

Outro benefício que o restaurante estudantil do Campus Cabedelo vai possibilitar ao alunado, especificamente, está relacionado ao fator tempo. O estudante Marcos Paulo, do 3º Ano do Curso Técnico em Meio Ambiente Integrando ao Ensino Médio, classifica esse quesito como fundamental para a vida dos estudantes nos campi.

É que em um mundo, cada vez mais competitivo, em que as pessoas vivem em um tempo limitadíssimo diante das inúmeras responsabilidades assumidas, o antigo hábito de fazer todas as refeições no lar vem se tornando impraticável.

“O restaurante estudantil vai trazer uma facilidade no dia a dia do estudante, onde o mesmo pode fazer as refeições no ambiente adequado e também, não precisa se preocupar, previamente, em ter que preparar sua refeição na sua residência para levar e se alimentar no campus, pois no restaurante este alimento vai estar disponível para o discente, assim, facilitando toda a dinâmica da rotina do mesmo”, avaliou Marcos.

Em tom de comemoração, Marcos que é concluinte, pontua que o restaurante estudantil é uma grande vitória para a comunidade acadêmica. “Um aparelho de grande importância e com certeza vai agregar um maior número de discentes nas políticas de assistência estudantil. Com isso, só temos que comemorar e agradecer a conquista do tão sonhado restaurante estudantil”, finaliza.

O anúncio feito pelo reitor Nicácio também repercutiu entre os professores do Campus Cabedelo. A professora Flávia Márcia de Sousa, que trabalha com as disciplinas de relações humanas e de psicologia, corrobora com as avaliações feitas sobre a importância de um restaurante estudantil no âmbito do Campus.

“Um restaurante estudantil, além de atender demandas relacionadas aos aspectos de vulnerabilidade social dos estudantes, em tempos de crise, como essa que estamos vivenciando na saúde, na economia, etc., vai nos ajudar também em eventos futuros na prevenção e combate à evasão escolar”, alerta a professora Flávia ao lembrar que muitos estudantes trabalhadores estão sendo demitidos em consequência da pandemia do coronavírus e que, no retorno das aulas presenciais, podem recorrer aos programas sociais da instituição como alternativa.

A professora Flávia também argumenta que a importância dos restaurantes estudantis vai muito além das necessidades socioeconômicas. “O aparelho é um espaço coletivo. Trata-se de um local de convivência e sociabilidade entre os membros da comunidade acadêmica. Durante as refeições nos unimos, trocamos vivências, compartilhamos nossas alegrias e preocupações. Estes momentos também fazem parte do nosso processo de ensino e aprendizagem”, detalha a professora.

“Desde o meu ingresso no IFPB, assumindo a função de fiscalização de contratos para fornecimento diário de refeições preparadas para os alunos carentes do IFPB, faço grande expectativa em relação à construção do restaurante estudantil”, afirma a assistente de alunos e coordenadora de turno Giselle Lins, ao argumentar que a construção do restaurante estudantil proporciona um melhor atendimento das necessidades básicas, educativas de ação social para os estudantes do campus.

Giselle pontua ainda que “em meio à pandemia, e consequentemente às reduções orçamentárias, a notícia do recebimento de verbas decorrentes da ajuda dos nossos representantes parlamentares engrandece a importância do nosso instituto para a educação no país”. Ela estima que com esse tipo de parceria, os discentes do IFPB serão beneficiados em vários aspectos, ajudando-os a alcançar o objetivo final que é a educação.

Para o reitor Nicácio Lopes, é motivo de grande alegria que o IFPB fará, em breve, a entrega deste aparelho à comunidade acadêmica do Campus Cabedelo. “Aqui eu deixo nosso agradecimento aos parlamentares paraibanos que se sensibilizaram com o impacto desse projeto institucional e que de forma efetiva destinam recursos para essa obra tão importante para a nossa comunidade acadêmica”, finalizou o Reitor.

* Por Filipe Donner – Diretor de Comunicação e Marketing do IFPB

Registrado em: Cabedelo
Assunto: Campi