Serviços   O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
  • Você está aqui:
  • Início
  • Notícias
  • Equipe de robótica vence competição e se classifica para a ROBOCUP 2017

Notícia

Equipe de robótica vence competição e se classifica para a ROBOCUP 2017

Campi

Os alunos e professores fazem parte do Grupo de Robótica Educacional Livre do Campus JP.

Por Thiago Cavalcante
Publicado: 19 de Outubro de 2016 às 14:58
Última modificação: 19 de Outubro de 2016 às 16:36

A equipe JampaTino, formada por alunos e professores do Campus João Pessoa, participou da Competição Latino Americana e Brasileira de Robótica (LARC – BR),  que aconteceu entre os dias 09 e 12 de outubro, em Recife – PE. Com a conquista na modalidade RoboCup Festo logistics, a equipe está classificada para competir na ROBOCUP 2017, maior competição internacional na área de robótica, que será realizada no Japão, no segundo semestre do próximo ano.

Os estudantes Rilbert Lima, do curso de Engenharia Elétrica; Júlio Coêlho, estudante de Eletrônica e Engenharia Elétrica; Eloísa Carateu, de Eletrotécnica; e Bárbara Grazielle, de Automação Industrial, além do aluno voluntário Julierme Silva, também de Automação,  fazem parte do Grupo de Robótica Educacional Livre (GREL). Também compõem a JampaTino os professores Robério Paredes, Rafael Franklin Alves, Ramon Medeiros e Cleumar Moreira, que também é o líder da equipe.

De acordo com o aluno Júlio Coêlho, a preparação para a LARC – BR durou cerca de 4 meses e ele conta que o auxílio do IFPB foi essencial para que a equipe obtivesse êxito na competição. “Tivemos uma sala disponibilizada pelo campus, onde pudemos treinar tanto a parte de programação e a prática também, o que foi essencial para nossa conquista. O instituto é sempre fundamental, pois nos estimula a participar dessas competições, de pesquisas. Sem falar no apoio dos professores, pois sem eles nada disso seria possível”.

Para Bárbara Grazielle, a equipe está muito empolgada com a ideia de poder competir na ROBOCUP 2017, porém, segundo a discente, tanto os alunos quanto os professores precisam analisar a viabilidade de uma viagem para o outro lado do mundo. “É uma questão de infraestrutura, que o Instituto precisa nos fornecer para que possamos ir. Estamos pensando em articular uma parceria com um instituto do Nordeste que possui o RobôTino do nível 3, que iremos precisar para competir, e se conseguirmos com certeza, daremos nosso melhor nessa competição”, comentou.

Já o professor Cleumar Moreira, que também é o coordenador do GREL, enfatizou que embora a robótica seja uma área recente no IFPB, os alunos já têm demonstrado bastante interesse e os resultados têm sido muito satisfatórios. “Essa é uma área que ainda está se iniciando no Campus João Pessoa e no Instituto, de um modo geral,  mas temos apresentado ótimos resultados e acredito que, futuramente, poderemos ter alunos formados na área de Robótica”, frisou o docente.

Comunicação Social do IFPB – Campus João pessoa