Serviços   O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
  • Você está aqui:
  • Início
  • Notícias
  • IFPB ocupa lugar de destaque entre os IFs no ranking de patentes

Notícia

IFPB ocupa lugar de destaque entre os IFs no ranking de patentes

Informações

Instituto ficou em 1º lugar nos indicadores de Programas de computador e Modelos de utilidade

Por Nayara Leite
Publicado: Oct. 2, 2020, 2:30 p.m.
Última modificação: Oct. 2, 2020, 2:30 p.m.

O Instituto Federal da Paraíba obteve posição de primeiro colocado dentre os Institutos Federais do país no ranking dos depositantes de patentes em 2019 junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) em duas categorias: Registro de Computador e Modelos de Utilidade. Também foi destaque na categoria de invenções, conquistando o 5º lugar entre os Institutos Federais.

Acesse aqui o ranking.

O destaque foi recebido pelo Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação com muito entusiasmo. “A colocação do IFPB mostra o grande potencial de nossos servidores e o quanto o IFPB realiza pesquisa aplicada de qualidade e projetos inovadores. Soma-se a isso, a dedicação do Núcleo de Inovação Tecnológica do IFPB que presta assistência contínua aos nossos servidores, contribuindo para a projeção do IFPB. Temos orgulho da nossa equipe, dos nossos servidores que elevam o nome de nosso Instituto cada vez mais”, destacou a Pró-Reitora Silvana Cunha.

O IFPB aparece em 10º lugar geral do país, com 28 pedidos, se colocando como o primeiro dentre os Institutos Federais, no ranking de registro de Programas de Computador. Já no indicador de registro de Modelos de Utilidade foram 5 pedidos em 2019, ficando posicionado em 17º geral e 1º dentre os Institutos Federais.

Para o Diretor de Inovação Tecnológica do IFPB, Maxwell Amaral: “Esses indicadores servem para chamar atenção da sociedade afirmando cada vez mais que nossas pesquisas se destinam a atender as necessidades das pessoas, de nossa cidade, estado e país”. Ele lembrou que o IFPB vem investindo na cultura da inovação e na proteção da propriedade intelectual, das criações.

“Com ajuda do Polo de Inovação estamos passando pela fase de transferência de tecnologias e pretendemos atingir o último degrau que é promover e implantar ecossistemas de inovação novos, baseados em startups. A inovação segue trilhando essa estrada. Nosso objetivo é que essas criações sejam utilizadas na sociedade e isso abrange empresas, instituições do terceiro setor, comunidades e APLs. Receber essa notícia tem nos trazido bastante felicidade. Acredito que estamos no caminho certo e precisamos estar melhorando cada vez mais”, declarou o professor Maxwell.

O ranking do INPI aponta 07 categorias: invenções, modelo de utilidade, programa de computador, marcas, desenhos industriais, indicação geográfica, topografia de circuitos integrados.

Registrado em: IFPB Patentes
Assunto: Informações