Serviços   O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
  • Você está aqui:
  • Início
  • Notícias
  • Livro traz paródias musicais como ferramenta do ensino da química

Notícia

Livro traz paródias musicais como ferramenta do ensino da química

Ensino Superior

O projeto Química em Tom é desenvolvido por alunos da licenciatura.

Por Thiago Cavalcante
Publicado: 23 de Abril de 2019 às 13:13
Última modificação: 25 de Abril de 2019 às 08:57

“Prepara, que agora é hora
De estudar o átomo
Que só é formado por pequenas partículas
Então vamos lá 
Entender sua estrutura
Que é dividida
Em duas partes”

Essa paródia de uma música da cantora Anitta faz parte de um repertório feito por alunos do curso de licenciatura em Química do campus João Pessoa com o objetivo de auxiliar o ensino da química. O projeto deu certo e, por isso, foi transformado em um livro com o título “Química em Tom: paródias musicais como ferramenta do ensino da química”.

A ideia do livro surgiu em 2017, depois de uma experiência no Instituto de Educação da Paraíba (IEP), quando os alunos utilizaram pela primeira vez a paródia como ferramenta de ensino. Depois do sucesso, a equipe resolveu continuar nessa área e explorar outras maneiras de criação e adaptação. “Após criarmos algumas paródias durante o ano de 2018, resolvemos escrever um livro para servir de apoio aos estudantes e também aos professores do ensino médio. Através do edital do IFPB, conseguimos ter nosso projeto aprovado e começamos a produção”, comentou a aluna Rita Di Pace, integrante da equipe do projeto. 

O conteúdo do livro é dividido em duas partes: parte teórica e parte prática. A parte teórica é constituída por pequenos resumos que foram desenvolvidos de forma alinhada ao currículo escolar de Química do 1º ano do Ensino Médio. Na parte prática é composta por 14 paródias, utilizando músicas contemporâneas.  

Integram a equipe, além de Rita, Diego Gomes de Sousa e Henrique Guedes Formiga, todos alunos de Licenciatura em Química. A coordenadora do projeto, professora Elaine da Silva Vasconcelos, acredita que o livro também pode estimular outros alunos a desenvolverem alternativas pedagógicas. “Para o ensino de química, ter um material como esse, é muito relevante, tendo em vista que outros alunos podem se sentir capazes de elaborar algo, mesmo que em pouco tempo, mas que contenha qualidade e que auxilie toda a classe educativa. Essa, também pode ser uma pequena via para atrair os estudantes de nível médio para conviver melhor com a disciplina de química”.

Em breve, o livro estará disponível na biblioteca do campus João Pessoa.

por Comunicação Social do IFPB - Campus João Pessoa

Registrado em: Licenciatura Química
Assunto: Ensino Superior