Serviços   O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
  • Você está aqui:
  • Início
  • Notícias
  • Minutas das Atividades Não Presenciais são aprovadas no CEPE

Notícia

Minutas das Atividades Não Presenciais são aprovadas no CEPE

Informações

Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão fez a análise técnica destas resoluções e outros temas

Por Nayara Leite
Publicado: July 22, 2020, 7:13 p.m.
Última modificação: July 27, 2020, 4:01 p.m.

As minutas das Atividades de Ensino Não Presenciais (AENPs) foram analisadas nesta quarta-feira (22) no âmbito do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (CEPE). O assunto tramita entre os órgãos colegiados do IFPB, tendo sido apreciado pelo Colégio de Dirigentes na sexta-feira (17), Comitê de Crises na terça-feira (21) e será apreciado pelo Conselho Superior, no dia 27, onde deverá ser homologado para que entre em vigor.

A previsão é de que, ao ser instituído o regulamento das AENPs, já entre em vigência a primeira fase que é a de diagnóstico, planejamento e orientações.

O Reitor Nicácio Lopes, presidiu a reunião do Conselho e fez uma contextualização das atividades realizadas pelo IFPB desde o início da pandemia até os dias atuais. O professor lembrou que o Instituto começou atuando na produção de insumos, em projetos de extensão tecnológica e pesquisa científica e na doação de alimentos e itens de higiene para a profilaxia da doença e minimização dos efeitos da crise. Em paralelo, Grupos de Trabalho produziram a documentação de preparação das atividades de retorno de forma não presencial.

No início da reunião, foi facultada a palavra aos representantes do sindicato Adolfo Wagner e Zuíla Costa que ponderaram sobre o tema e externaram a preocupação com o impacto que as atividades não presenciais trarão para a comunidade acadêmica, solicitando um maior debate. O Reitor Nicácio Lopes informou que as atividades não presenciais apresentam um formato flexível e que tão logo seja implementada haverá um seminário de avaliação com a comunidade.

“Adotamos uma postura prudente, cautelosa", disse o Reitor. Ele afirmou ainda que o IFPB não se precipitou oferecendo aulas remotas no início da pandemia sem planejamento e nem deixou que o semestre fosse perdido. "Diante do cenário epidemiológico, estamos oferecendo um programa flexível de atividades pedagógicas não presenciais respeitando os trabalhadores e os estudantes”, destacou o Reitor Nicácio, ressaltando a responsabilidade da instituição na proteção à vida e à saúde dos alunos e servidores.

A relatoria das minutas ficou a cargo da professora Ana Zulema Pinto Cabral da Nóbrega, que comentou sobre a trajetória desde a concepção dos primeiros textos das minutas, passando pela análise minuciosa dos mais de 300 e-mails chegados da comunidade e das diversas reuniões realizadas com segmentos acadêmicos. Em seu relato ela explanou os artigos das minutas que tratam do registro de atividades de ensino não presenciais e das fases de implementação, oferecendo pareceres favoráveis à aprovação dos dois documentos.

Os membros debateram e esclareceram dúvidas pontuais em relação a carga horária de disciplinas, conteúdos ministrados, continuidade do semestre, deixando claro que não haverá a transposição mecânica de conteúdos para o ambiente remoto e sim a sua adequação. As propostas foram aprovadas por unanimidade.

O CEPE tratou ainda sobre a Solicitação de Adequação da Resolução que trata do Comitê de Extensão do IFPB e o Acordo de Parceria que se pretende firmar entre o IFPB e a empresa CORNING, com interveniência da FUNETEC.

 

 

Por Patrícia Nogueira - Jornalista da DGCOM

Registrado em: Ensino IFPB
Assunto: Informações