Serviços   O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
  • Você está aqui:
  • Início
  • Notícias
  • Projeto de extensão instala canteiros medicinais em Sousa

Notícia

Projeto de extensão instala canteiros medicinais em Sousa

Extensão, Pesquisa e Pós

Público-alvo foi composto por idosos e usuários de unidades públicas de saúde.

Por Thiago Cavalcante
Publicado: 28 de Fevereiro de 2019 às 14:39
Última modificação: 28 de Fevereiro de 2019 às 14:39

Com o objetivo de resgatar e valorizar a tradição do cultivo de plantas medicinais, um projeto de extensão do IFPB - Campus Sousa, ligado ao Núcleo Clima, foi realizado com idosos na cidade de Sousa (PB). Vários canteiros foram instalados em casas de moradores e em unidades públicas de saúde. As atividades foram desenvolvidas entre junho de 2018 e este mês de fevereiro de 2019.

O projeto trabalhou os canteiros medicinais como mecanismo de resgate de uma cultura, hoje, mantida mais por idosos e, por isso, vem se perdendo ao longo do tempo, como destacou a coordenadora Lúcia Mara Figueiredo. "Nós tivemos o apoio de profissionais da saúde que trabalham com terapias integrativas que usam as ervas em vários tratamentos", disse a professora. Práticas Integrativas e Complementares (PICS) são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos,baseados em conhecimentos tradicionais voltados para prevenir diversas doenças.

Para o desenvolvimento do projeto, foi firmada parceria com a Pastoral da Saúde da Paróquia de Santana da Igreja Católica de Sousa (PB). Inicialmente, os responsáveis aplicaram cerca de 30 questionários com moradores de um bairro da cidade. A partir desse levantamento, foram escolhidas seis localidades para a instalação dos canteiros: 4 em casas com idosos e 2 em unidades de saúde. "A ideia do 'canteiro modelo' nas unidades de saúde surgiu das reuniões do projeto e buscou atender a um publico maior e mais amplo de pessoas, já que o trabalho de prevenção e atendimento primário oferecido se estende, também, a grávidas, crianças e famílias em geral", esclareceu Lúcia Mara.

Para finalizar as ações, semana passada, os integrantes do projeto realizaram uma capacitação para estudantes do IFPB e comunidade externa sobre o modo de fazer, uso e tipos de lambedores (xaropes naturais), chás, garrafadas (mistura de ervas trituradas ou maceradas) e tintura (principio ativo da planta, retirado a partir da ação do álcool de cereais).

O projeto de extensão foi criado dentro do Programa Institucional de Bolsas de Extensão e Cultura – PROBEXC PROJETO, da Pró-reitoria de Extensão e Cultura do IFPB (Edital nº 001/2018 - PROEXC) e tinha prazo de validade. Agora, há planos de que ele siga com as ações na cidade de Sousa em 2019, com a ampliação dos canteiros, sobretudo, em novas unidades públicas de saúde.

 

por Clébio Melo - Assessoria de Comunicação do IFPB/Sousa

Registrado em: Extensão Sousa
Assunto: Extensão, Pesquisa e Pós