• Você está aqui:
  • Início
  • Notícias
  • Curso de Tecnologia em Alimentos sobe no conceito do Inep

Notícia

Curso de Tecnologia em Alimentos sobe no conceito do Inep

Ensino Superior

Avaliadores aumentaram a nota de 3 para 4, após visita.

Por Thiago Cavalcante
Publicado: 1 de Novembro de 2017 às 19:47
Última modificação: 1 de Novembro de 2017 às 19:47

A comunidade de servidores e estudantes do IFPB - Campus Sousa comemora o resultado de mais uma avaliação de curso superior da unidade do Instituto Federal da Paraíba no sertão. Nesta segunda-feira (16), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou o novo conceito do curso de Tecnologia em Alimentos, que subiu da nota 3 para 4.

O conceito foi definido após a visita de dois avaliadores da autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC) no começo deste mês. Eles participaram de várias reuniões e analisaram, pessoalmente, a estrutura do curso, que funciona na unidade São Gonçalo. "Sousa é uma região de destaque nas indústrias de alimentos e o curso forma profissionais que são de extrema importância para trabalhar nessa área", lembrou Dalany Menezes, coordenadora do curso.

Tecnologia em Alimentos recebeu autorização para funcionar no Campus Sousa em meados de 2009. Atualmente, possui 80 alunos regularmente matriculados, segundo o setor de Controle Acadêmico. É o caso de  Mayara Pereira de Oliveira, de 27 anos. Ela está no 7° período e não esconde o orgulho de cursar Alimentos. "O curso tem uma estrutura muita boa. Nós merecíamos esse conceito 4", comemorou.

Quem se forma no curso está apto para estudar os processos de beneficiamento, industrialização e conservação dos produtos de origem animal e vegetal, entre outras atribuições. De acordo com o Guia do Estudante da Editora Abril, o profissional pode "prestar consultoria nas áreas de alimentos e nutrição, com relação a diversos aspectos da produção, como capacitação de pessoal, qualificação de fornecedores, análise de processos, auditorias, marketing ou adequação às normas e legislação vigentes no mercado".

O reitor Nicácio Lopes comentou o conceito do curso nesta terça-feira (17), depois de um encontro para discutir a Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec), que, neste ano, terá João Pessoa como sede. "Eu recebo com imensa alegria a conceituação. Isso denota o grau de comprometimento de toda a nossa equipe e o padrão de qualidade do curso", disse Nicácio.

O curso superior de Agroecologia será o próximo a ter o conceito divulgado pelo Inep. A avaliação aconteceu nesta semana. "Foram dias de intensa atividade e a gente acredita estar no caminho certo. Vamos aguardar", falou Eliezer da Cunha Siqueira, diretor-geral do Campus Sousa.

Clébio Melo - jornalista do IFPB/Sousa

Registrado em: Alimento Sousa Tecnologia
Assunto: Ensino Superior